Como superar o fim de um relacionamento

Como superar o fim de um relacionamento

Este vídeo foi parte do congresso on-line Do olhar ao Altar do qual participei. Espero que ajude você a superar o trauma de um relacionamento que acabou.

17 comments

  • Olá Fabi, boa noite!
    Vídeo extraordinário! Eu completei um ano de casada agora em marco e em maio descobri que meu marido estava me traindo, foi muito dolorido, pois tenho um neném e tenho apenas 23 ano de idade, eu me apeguei fortemente em Deus e Ele enviou pessoas maravilhosas que me ajudaram a lidar com a dor, hoje estou muito bem, e olha que tem pouco tempo, mas acabei vendo que foi um livramento de Deus. Bjs

    Reply
  • Oi Fabi, tudo bem ? Estou passando por uma situação de dor como a que você descreveu no vídeo, porém o meu motivo é que estou em um namoro de julgo desigual há quase 4 anos. Comecei a namorar com o meu namorado aos 15 anos, e confesso que no início eu não estava firma na Igreja, embora eu nunca tenha parado de frenquenta-la. Estava numa fase rebelde, e simplesmente deixei de lado a maioria dos meus princípios cristãos. Sou membro da IASD de berço, e nos últimos tempos o vazio que voltei a sentir pela falta de Deus em minha vida me levou a ter uma comunhão maior com Ele, e agora vejo o quão difícil será que algum dia o meu namorado veja como Deus é bom e o aceite, pois eu não fui o exemplo que devia ter sido na vida dele.
    Eu quero me engajar mais nas programações da Igreja, porém não sou permitida por isso, sem contar que está ficando cada vez mais difícil manter um relacionamento em que ele quer ir a lugares que sei que vou me sentir tentada a fazer coisas que desagradam a Deus, enquanto eu quero ter um reavivamento na minha conexão com Ele.
    Sinceramente, essa situação está muito difícil pra mim… eu choro muito, apesar de ainda não ter terminado. E toda vez que penso em faze-lo, minha mãe e a minha família me bombardeiam com perguntas sobre como vai nosso namoro, se temos planos para casamento depois que terminarmos a faculdade, e etc. Eu oro a Deus diariamente, mas parece que será impossível que ele algum dia aceite a Jesus. Parece que o término será inevitável, e mesmo sendo eu quem provavelmente o fará, sinto uma dor tão grande como se fosse ele !
    Até mais, e continue sendo essa benção. Você foi uma das pessoas que fizeram o Espiríto Santo tocar em mim novamente com seus vídeos, um exemplo de cristã e de mulher !

    Reply
    • Olá!
      Eu namorei por um tempo um rapaz muito bom! Era tudo, menos cristão. Assim como você, não me sentia bem com isso. Eu sempre fui movida pela esperança de que um dia ele poderia aceitar Jesus, mas não via nenhuma evolução neste sentido. Há um pouco mais de um mês eu tomei a decisão de terminar o namoro. A dor foi muito grande e ainda está sendo! Eu acho que teria sido mais fácil aceitar se ele mesmo tivesse terminado comigo. Apesar de estar sendo difícil, apesar de saber que ‘perdi’ um rapaz muito bom do meu lado, me sinto aliviada e sei que tomei a decisão correta. É muito, muito difícil e dolorido, mas Deus nos dá força pra continuar. Agora estou aqui, esperando em Deus.

      Reply
  • Fabi, tenho assistido seus videos, acompanhado você nas redes sociais e você tem sido um canal de bençãos na minha vida. Esses dias estava lendo o livro Solteira e Feliz da Carolyn Mcculley e em um capítulo do livro ela diz baseada na carta do apostolo que ser solteira é um dom que devemos aproveitar Paulo em 1Coríntios cap7, e que devemos aproveitar esse dom para fazermos a vontade do nosso Pai Celestial e nos dedicarmos mais a obra dEle. Confesso que antes de ler esse livro me sentia quase um peixinho fora d’água por ainda estar solteira(com 23 anos), nunca tive um relacionamento sério, e a maioria das minhas amigas já estão namorando ou já namoraram, e muitas até já casaram, ficava pensando que tinha algo errado comigo não por ainda não ter casado, mas por ainda nem ter tido um namoro sério e duradouro, (meu único relacionamento durou 5 meses e foi há 5 anos). Depois desse livro passei a ter uma visão melhor desse aspecto da minha vida, e me vejo de outra forma. enfim… Gostaria que você desse sua opinião a esse respeito. (O dom de ser solteira). Fica na paz! Deus continue te abençoando cada dia mais. Beijão!

    Reply
    • Oi, Iza, acho mesmo que é uma fase rica para se auto-conhecer, para dedicar-se a Deus e ao desenvolvimento profissional, pessoal, emocional. Namorar e casar é uma delícia, é dom de Deus, mas antes temos que estar bem conosco.. aí sim!

      Reply
  • Boa tarde Fabi,

    Estou passando por um momento difícil na minha vida devido ao termino de uma namoro que não sei se foi resposta de Deus ou se esta em Seu plano para minha vida, enfim, o motivo maior sobre isso é devido ao julgo desigual, meu ex sempre foi um tempo da igreja batista, começamos a namorar dei alguns estudos a ele porém acabamos saindo da igreja e depois ele conheceu uma determinada igreja e eu falei que apesar de esta fora da igreja tinha princípios e que não aceitaria e terminamos. Enfim hoje eu sofro muito com a ausência dele pois foram 3 anos e meio juntos. Eu sei que o julgo desigual não é certo porém não entendo o porque de não ser. Acho que seria muito muitíssimo legal se você fizesse um vídeo sofre julgo desigual, para que outras pessoas como eu que tem duvidas soubesse o que a Deus fala sobre isso.
    Gosto muito muito dos seus vídeos, sua semana de oração foi uma benção na minha vida e espero que meu pedido seja atendido.

    Obrigada !

    Reply
  • eu li um livro algum tempo atras e em um trecho dele diz o seguinte:

    Viva um dia de cada vez é ilusão achar que pode ser feliz tudo de uma só vez.
    é desperdício trabalhar o mês inteiro para ser feliz no dia do pagamento. E JOGAR A VIDA TODA FORA.
    o nome do livro é o desafio de ser você mesmo.

    acredito que isso se aplica aos relacionamentos, é desperdício esperar alguém para ser feliz com essa pessoa quando na verdade você pode ser feliz hoje e ser muito mais feliz depois quando encontrar o seu príncipe ou princesa….

    Sem fala que pessoas alegres e feliz atraem muito mais pessoas pra perto de si, por que ninguém quer ficar perto de pessoas chatas que vivem reclamando e murmurando que a vida esta ruim. Todos querem estar perto de pessoas de bem com sigo mesma, sem fala que você estando sempre feliz te abre um leque de oportunidade de conhecer pessoas que se identifiquem com você, e ate mais do que o seu suposto “amor da sua vida”, o cara ou menina que você quase morreu…

    Abrir a alma a felicidade só te traz mais felicidade…

    beijao

    Reply
  • Boa Tarde fabi !! nossa amei esse vídeo ! recentemente passei por um fim de relacionamento .. doeu muito o término mais aos poucos foi cicatrizando ,a ferida ainda está aqui .. mais não deixei me abater não pois tenho muito o que viver . estou fazendo novas amizades ,saindo me divertindo estou buscando a Deus que tem me ajudado a passar por isso e posso dizer com toda a certeza que estou bem e muito feliz !! bjs

    Reply
  • Fabiana Bom dia!

    post muito boooooom, estou saindo de um relacionamento, tenho dois filhos e nunca tive uma relação feliz ao lado dele, sempre brigas falta de atenção e sempre ficava em casa nos finais de semana sozinha e ele na casa da mãe, estou com dificuldades de superar o termino da relação e o fantasma que me assombra é o medo da rejeição por eu já ter dois filhos e não conseguir achar ninguém que goste de mim ou que me aceite por já ter filhos de outra relação. Mas seu post foi muitoo bom decidi não mais me lamentar. Obrigada.

    Reply
  • Fabi, gostaria muito que você me ajudasse. Estou em um relacionamento a 4 anos, e só tenho 16 anos (pois é, meu primeiro relacionamento). Meu namorado vive reclamando de mim, é ciumento ao extremo, me “proibe” de usar varios tipos de roupas (não são curtas nem vulgar, se ele não gosta, eu não posso usar), não me deixa nem se quer pintar o cabelo! :/ Tenho que andar na rua olhando para o chão, não posso nem ter amigas, pois ele fala q vão ficar falando de outros meninos para mim (amigos homens, nem pensar), não posso sair nem com meus pais( até para ir na igreja ele acha ruim de eu ir, pois la tem meninos). Mas, assim como estou falando dele, preciso falar de mim, desde o inicio ele foi assim comigo, eu não era com ele, mas comecei a ser, e isso me destruiu, pois agora não consigo deixar de ser ciumenta com ele tbm, não o deixo ter amigas tbm, nem sair com os amigos dele (afinal, eu tbm não posso). Ja terminamos várias vezes, mas não conseguimos ficar longe um do outro, ele sempre corre atras até me convencer a voltar. Faço tratamento com psicologa, ja conversei com ela sobre isso, mas nada resolve. Eu gostaria muito de me livrar desse relacionamento, mas assim que termino ja fico imaginando que ele esta com outras garotas, e entro em desespero. Desculpa pelo texto gigante, se puder me ajudar, eu ficaria agradecida! Beijos, e desde ja, agradeço pela atenção.

    Reply
    • Ju, tudo indica uma relação doentia, flor… fonte de apreensão e dor, mas ninguém pode fazer nada por você se você mesma não quiser se libertar de verdade e não se apegar a Deus para ter forças… Talvez mudar de cidade, ir estudar fora, mudar de ares, se libertar de uma tirania emocional e se purificar também. Mas de nada adianta mais um “conselho” se não estiver disposta a fazer algo, lembra disso!

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *