Eu prefiro ser…

Eu prefiro ser…

Se até minha letra muda todo dia, porque não minhas ideias?

Minha letra mudou muito desde que aprendi a escrever. Eu também sofri mutações. Dizem que se pode decifrar uma pessoa pela letra. Estou confusa, então. Ainda hoje, algum tempo depois de aprender a usá-la, minha letra muda todo dia, até várias vezes, diria. Instabilidade? Inconsistência? Nenhuma das possibilidades me agrada de verdade. Uma que me ocorre agora talvez ajude um cadinho. Continue lendo que divido contigo.

Um tempo atrás eu condenava as pessoas que mantinham ideias e opinião firmes. Inflexíveis, julgava. Passei depois a criticar os adeptos da “metamorfose ambulante” que tinham as posições levadas com o vento. Equilíbrio entre os extremos? Acho que há. Reconsiderar velhas opiniões, mas conservar os princípios é minha aposta agora. Não dá pra estar sempre certo, nem tampouco tão errado que precise de correções constantes. Se até minha singela letra Varia os lados, a pressão e a redondeza sem perder a forma básica original, quem disse que minhas ideias também não podem seguir este rumo?

Maturidade o nome disto? Inteligência e sabedoria me soprou um sujeito. Devem ser só coisas da vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *