O cristão e o Halloween

O cristão e o Halloween

Muita gente pergunta: “o que é que tem o cristão participar do Dia das Bruxas?”, bom… Você sabe a origem desta celebração e como isto tem mudado e se popularizado ao longo dos séculos? É um pouquinho do que conto neste vídeo.

173 comments

  • Eu queria só citar uma contradição no seu texto:

    No começo você diz que os sacerdotes adoravam ao sol e aos espíritos.
    Depois você disse que faziam festejos ao sol e aos espíritos
    e finalmente você disse que: “e esse povo acreditava que no dia 31 de outubro todos os demônios e fantasmas saiam a noite pra assombrar e amaldiçoar os seres humanos”

    E aqui mora a contradição e a falta de “empatia”.

    Bem na Bíblia nós falamos da besta, do demônio, do capeta sei lá quantos nomes exatamente existem lá pra falar exatamente disso. Então quer dizer que CULTUAMOS eles?

    Se fazemos uma festa, comemoração ou nos lembramos daquilo que é mau e devemos nos proteger com uma vela (MEU DEUS QUE É LUZ DO MEU CAMINHO E ME ILUMINA) me parece algo bem parecido com meu cristianismo…

    Em momento ALGUM você disse até aqui que a festa era PARA O DEMÔNIO…. mas de repente no seu discurso PASSOU A SER!!!

    Explique para os ouvintes cristãos que falar do demônio não significa CULTUAR o mesmo!!! Senão você se torna uma pessoa diferente pra mim.

    Sim o evento é PAGÃO. Sim não devemos comemorar e participar e fazer sei lá o que… Mas dos pecados que conhecemos como os dez mandamentos, como pecar contra a vida…. Bem é algo que nos distancia de Deus mas não é nada que ofende ninguém.

    E o principal é que esta longe mas muuuuito longe de ser um culto ao demônio. Meu Deus que é meu Pai e é misericordioso com não me bateria na cara por TAO POUCO.

    Reply
  • Antes o problema da humanidade fosse a festa do 31/10. Ah! Não acho que o rótulo cristão torne as pessoas que assim se dizem melhores que outras. Conheço muitos que se dizem ateus vivendo de fazer caridade e muitos cristãos observando o próprio umbigo. Julgar-se melhor que o próximo apenas pela religião que segue é prepotência e esse “predicado” não é divino. Mas… Cada um com suas crenças e escolhas. #sóacho

    Reply
  • Não gosto da festa por que tem uns moleques de 17 anos, que já dirigem e fazem sexo querendo ganhar doces de graça. Vejo pais obesos comendo os doces dos bebês. Açúcar não faz bem. Sobre ser uma festa do Mal, não estou nem aí. Tem um monte de evangélico que não participa do Hallowenn mas apronta coisa BEM PIOR!Kkkkkk! Esse vídeo é só para agradar os chatos de plantão e esconde os seres malignos que estão dentro da religião.

    Reply
  • Eu moro nos Estados Unidos a 10 anos e realmente aqui é uma febre!! Nunca celebrei essa merda e deixei bem claro para meu marido que é Americano que nao celebraremos, temos um filho e ele nao participa de nada, qdo me perguntam so respondo que cada um escolhe a quem servir, é festa do diabo siiiiiim!! O pais inteiro comemora? Sim? E tbem comemoram carnaval no Brazil e nunca participamos! Coisa besta se vestir de algo que nao somos! Gracas a Deus logo apos essa merda temos o thanksgiving que é lindo e mto emotivo!

    Reply
    • Prezada Katie, para mim ser cristão é seguir os ensinamentos do Cristo. Ser cristão é respeitar os outros. Você sabe que os puritanos protestantes que chegaram na America só sobreviveram porque foi ajudado pelos índios? Você sabe que assim que eles se fixaram na terra nova eles dizimaram os índios com armas de fogo? Comemorar o Thanksgiving é comemorar o assassinato de pessoas que lhe salvaram a vida. Bem cristão, não é?
      Gostaria que você visse este site e veja a origem do Natal e de dos símbolos natalinos.

      http://solascriptura-tt.org/Diversos/NatalVeioDoPaganismo-Helio.htm

      Reply
  • Nunca participei do HALLOWEEN pois meus pais nunca me deixaram, e todos ficam me questionando, agora mando para todos e mostro porquê.

    Reply
  • Foi muito esclarecedor essa explicação sobre esse dia tão polemico e que divide as opiniões, principalmente da criançada hoje em dia. Vi seu vídeo sobre o tema com minha filha e ela me comentou que repudiou na aula de artística e por isso a professora mudou o de tema da aula! parabéns pelo material!

    Reply
  • Nossa simplesmente amei, tenho 13 anos, minha família é envangelica, e uma amiga da minha mãe me passou esse vídeo por um problema na escola sobre esse assunto, resolvi fazer um texto pra a professora explicando o que realmente é o halloween espero que seja uma forma de evangeliza-la também, por sinal essa amiga da minha mãe é muito parecida com você no modo de se expressar,e é muito simpática tbm hahaha, simplesmente amei, parabéns, lindo seu trabalho, que Deus continue te abênçoando, e que você continue trazendo essas mensagens super essenciais ao povo cristão ❤️

    Reply
  • Mas se formos seguir esta logica e nos excluir de todos as datas de origem paga, tambem temos que parar de celebrar o Natal, pelo menos em dezembro… uma vez que essa data tambem era de uma festa paga que a igreja se apropriou para facilitar a “conversao”. Inclusive a arvore de natal era usada como simbolo de adoracao.

    Reply
  • Oi Fabi, tudo bem?! Me chamo Lói e moro na Bahia e assim como você sou Cristã, ou melhor, Discípula de Jesus. Vi esse vídeo seu sendo compartilhado por uma amiga no Face e de cara me interessei pelo título, né?! Amei conhecer a história do Halloween, não conhecia. Amei a forma como você se posicionou e expressou. Penso como você! Não podemos servir a dois senhores e sim, Deus se importa com as pequenas coisas, não só as grandes. E quem não pode ser fiel no pouco, não será no muito. E nosso amado Deus nos quer por completo, né?! Nada de morna, ou somos quentes ou frios.
    Parabéns pelo seu trabalho! Já estou te acompanhando. Deus siga te abençoando e iluminando.

    Reply
  • adorei este comentario; se todas as mães visse esse video com certeza não mandaria seus filhos para a escola vestidos de bruxas e bruxos achando todo muito lindo nem permitiriam que fossem para a rua parecendos uns zumbis para pedir doces ou fazer travessuras nas casas.

    Reply
  • eu nunca sabia sobre a história do Halloween ….. na minha igreja, em vez de celebrar Halloween, nós celebramos “Hallelujah”. As crianças podem usar fantasias (mas tem que ser apropriado) e os adultos colocar doces em porta-malas de seu carro para distribuir. No ano passado, os adolescentes vestidos com trajes e saiu nas ruas dando bíblias pequenas invés de coletar doces.

    Reply
  • E se eu sugerisse as mesmas pessoas que participam do Halloween que participassem de uma sessão de Umbanda, só pra ver a cultura, ou só pra não ficar de fora de uma celebração brasileira? Com certeza todos arrepiariam de medo e achariam um absurdo.

    Pois bem, poderiamos usar as mesmas desculpas que elas dão: é só uma festa! É só pra não ficar de fora! Mas não vou usar a roupa q eles usam nem fazer adoração ao demônio! Vou so assistir!

    Aí fica a pergunta: Pq ver uma sessão de Umbanda é tão assustador enquanto participar de uma antiga adoração ao capeta?

    Reply
  • E se eu sugerisse as mesmas pessoas que participam do Halloween que participassem de uma sessão de Umbanda, só pra ver a cultura, ou só pra não ficar de foram? Com certeza todos arrepiariam de medo e achariam um absurdo.

    Pois bem, poderiamos usar as mesmas desculpas que elas dão: é só uma festa! É só pra não ficar de fora! Mas não vou usar a roupa q eles usam nem fazer adoração ao demônio! Vou so assistir!

    Pois bem… Pq ver uma sessão de Umbanda é tão assustador enquanto participar de uma antiga adoração ao capeta não?

    Reply
  • Olá Fabi..boa tarde…amei tudo que você disse sobre o halloween …desde pequena minha mãe me ensinou que esta festa não é coisa de DEUS e muito pelo contrário..é um verdadeiro culto ao capeta como você disse. Não sabia exatamente o começo dessa tradição, mas, sempre soube que era o culto aos demônios e por incrível que pareça, esses dias vi através de fotos “cristãos” colocando post sobre esta festa e colocando fotos dos filhos achando aquilo tudo lindo e normal…fiquei a pensar sobre isso e agora vi o teu vídeo e realmente me senti uma cristã que não participa de nada dessas coisas. Longe de ser santa ou certinha…infelizmente, peco em muitas coisas…mas, tento pelo menos não me meter em coisas que DEUS não aprova…fica na paz…bjss

    Reply
  • A história pode até ser essa, mas já há muito que essa comemoração e outras perderam o cunho religioso, especificamente o hall Owen está mais para um culto população que uma festa pagã, bobagem de quem leva isso ao pé da letra, Deus sabe do coração de cada um de nós, da mesma que para honrar o nome dele, não precisamos estar dentro de uma igreja!

    Reply
  • Olá Fabiana,

    Muito bom o seu vídeo, mas você fala de festa pagã, e eu concordo, mas o que dizer das demais festas que todos participamos e que também são pagãs, natal, festa junina, páscoa (da forma que é comemorada), e onde fica a liberdade em Cristo?

    Reply
  • Fabiana eu vi alguns videos teus e gostei bastante, gostei do modo de como vc expõe a palavra de Deus, eu preciso muito de ajuda olha a mensagem que eu te mandei na sua pag do face in box por favor
    Deus te abençoe

    Reply
  • Gostei! Meu pastor ja havia distribuido um material em ingles e portugues pra que lessemos e distribuissemos pra amigos e familiares. Mas do jeito que vc explica, tb e muito bom! muito obrigada!

    Reply
  • Aqui nos Estados Unidos praticamente todas as escolas e muitas igreja evangélicas participam desta festa de adoração a Satanas. No dia da festa na escola dos meus filhos, que foi um desfile de fantasias, meus filhos pediram que fossem para a secretaria da escola esperar ate que o desfile terminasse. Ao chegar na secretaria, eles encontraram mais 3 crianças cristas que não queriam participar do desfile. Em uma escola de 400 alunos somente 5 eram cristãos? Não! Somente 5 conhecem a Jesus. Que grande benção para os nossos filhos que têm coragem de demonstrar que discernem entre o santo e o profano.

    Reply
  • Assisti esse video e como e engracado os tais Cristaos. Assim como o Natal, Pascoa, thanksgiving etc. Datas comemorativas que perderam o verdadeiro significado de celebracao. E viraram mais um motivo para reunir familias para ceias. O Halloween tambem virou mais uma data comemorativa em que os pais celebram com os filhos a okcoleta de doces e acabam fazendo amizades com a vizinhanca. Eu mesma sai com meu filho e por minuto nenhum celebrei almas penadas. Mais como sempre o tal do crente ama julgar as pessoas e tudo. Sera.que o Cristao tira o feriado off no carnaval ou ele continua trabalhando. Porque pelo meu conhecimento crente nao deveria comemorar carnaval tbm neh?

    Reply
  • Halloween era uma festa para afastar demônios, não cultuar. Além do mais, se formos seguir essa lógica o Natal também não deve ser comemorado pelo cristão, uma vez que celebra data aproximada da festa pagã da Saturnália.

    Halloween não passa de uma festa infantil e oportunidade para nos travestirmos de mitos assustadores. É pra ser divertido, e não uma adoração ao diabo, aos mortos ou qualquer outra coisa. Como alguém pode ser culpado de adorar o demônio e os mortos se ele nem ao menos fez nada relacionado a ele, mas tão somente pediu doces ou travessuras? Seríamos culpados então de celebrar a Saturnália a cada Natal?

    Só é minha opinião sobre o assunto, mas a festa não tem mais nenhum significado pagão nem mais nenhuma relação com suas origens. Fica meio descontextualizado pedirmos para pessoas em pleno 2014 para lembrarem de uma tradição da antiguidade.

    Que cada um fique a vontade para gostar ou não da festa, mas demonizar algo que não tem mais relação nenhuma com o demônio é não dar a oportunidade para uma vivência divertida e completamente inofensiva 🙂

    Reply
  • Eu participo! Eu minha filha e meu marido. 🙂 . E Deus sigue me Amando igual. :-). Nao sou devota de nada, nem de ninguem, nem me interessa a historia de MILHOES de anos atrás. So vivo o momento. E sou feliz. 🙂

    Reply
  • BOA TARDE, JÁ QUE É PARA PESQUISAR A FUNDO. POR FAVOR ME DIZ UM POUCO SOBRE O NATAL 2512. E A DATA DE TODOS OS SANTOS NO BRASIL QUE OS CATÓLICOS COMEMORAM.
    ACHO QUE CERTAS PESSOAS QUEREM COLOCAR MINHOCA NA CABEÇA DAS OUTRAS.
    POIS SÉ EU ACEITO MEU DEUS COMO MEU SALVADOR, NÃO A DE SER UMA COMEMORAÇÃO QUE VAI TIRAR ISSO DE MIM.

    Reply
  • Muito oportuno o vídeo. Direta, divertida e, acima de tudo, verdadeira, ou seja, muito boa a exortação!!!
    Quando for o momento oportuno, fale sobre a participação de cristãos não católicos nas destas juninas; se já tiver algo nesse sentido gostaria de saber.
    Deus a abençoe.

    Reply
  • Ja assisti alguns videos seus, alguns muito bons, como o da maquiagem, muito bom, agora o do halloween, foi uma viagem total, e dai que a origem da festa era por uma crença colocada pelo medo, os celtas eram temerosos aos espíritos e isso fazia parte da cultura daquela época… mas você mistura tudo. As pessoas hoje em dia veem esta festa, evento como uma forma divertida… o significado que tinha antes na Inglaterra, não tem no Brasil.
    Nesta festividade não cultuamos os espíritos, é somente uma diversão. uma brincadeira, ninguém cultua nada. é somente uma ocasião para brincar com fantasias, eu conheço muitas igrejas católicas e evangélicas que fazem festa na terça-feira de carnaval. E dizem que não estão fazendo festa de carnaval. mas se é no mesmo dia… estão cultuando a carne…

    e cuidado com as palavra que usa… thuthuca e thuthuco, são pessoas jovens que não querem responsabilidades nos relacionamentos… ou seja pessoas que gostam de “ficar”, e em muitas regiões é o mesmo que biscate…
    então antes de querem explicar outros termos cuidado com os temos que você usa.

    Peço desculpas se pareço agressivo, mas não é de forma alguma a minha intensão.

    Reply
  • Ótimo vídeo, só fiquei com uma duvida, já li que como nesta data é comemorada a Reforma Protestante, daí enfatizam o dia das bruxas pra esquecer a comemoraçao cristã, mas pelo teu vídeo essa comemoração pagã vem de muito antes…

    Reply
  • Em tempos de nacionalismo exacerbado, acho muito necessário propor uma reflexão àqueles que reivindicam o dia 31 de outubro como “dia do Saci”, como alternativa para o “estrangeirismo” do “dia das bruxas”, ou Halloween. Portanto, convido-vos a um passeio por diferentes contextos e lugares, para entender o significado desta data.

    SAMHAIN

    A Véspera de Novembro (Oíche Shamhna) é uma festividade pré-cristã cuja origem remonta à época em que os celtas chegaram à Irlanda. Celebra o fim das colheitas e a preparação para a dureza do inverno, já que no Hemisfério Norte os dias começam a ficar mais curtos. A tradição é atestada na literatura irlandesa desde de o séc. X e abrange todas as regiões gaélicas (Irlanda, Escócia e Ilha de Man). Acredita-se que nesta noite os véus que separam o Mundo dos Vivos do Mundo dos Mortos (o “Outro Mundo” celta) desaparecem e as criaturas do “Além” caminham livres sobre a Terra. Daí o costume de carregar lanternas ou de se esculpir e iluminar abóboras para afastar os maus espíritos!

    FESTUM OMNIUM SANCTORUM

    O “Dia de Todos os Santos” era comemorado na tradição católica aproximadamente em 13 de maio, até que o Papa Gregório III ordenou a sua alteração no calendário litúrgico para o dia 1° de novembro, com vistas a “cristanizar” uma celebração pagã que ocorria nas Ilhas Britânicas no mesmo período: o Samhain. Entretanto, ao invés de forçar os britânicos a desistir de celebrar sua festividade ancestral, a medida papal favoreceu a sua popularização no restante da Europa.
    A “Noite de Todos os Santos” foi o resultado do sincretismo entre a festividade cristã e as tradições pagãs dos celtas e britânicos, sendo comemorada em 31 de outubro. Após a Noite de Todos os Santos (no inglês, “All Hallows Eve”, que resulta na palavra “Halloween”) seguiam o “Dia de Todos os Santos” (1° de novembro) e o “Dia dos Fiéis Finados” (2 de novembro), duas datas que ainda constam no calendário litúrgico da Igreja Católica.
    Por conta dos sincretismos e da crença na presença de “espíritos” que vagueiam pelo mundo na noite de 31 de outubro, a data acabou sendo considerada “Dia das Bruxas” para desencorajar as pessoas a comemorar o Samhain.

    HALLOWEEN

    Após conquistar as Ilhas Britânicas e a Europa, a tradição do Samhain chegou aos Estados Unidos junto com inúmeros imigrantes irlandeses (assim como o dia de São Patrício) e de lá o Halloween se popularizou no mundo inteiro. Aproveitando-se da crença segundo a qual os véus que separam este e o “Outro Mundo” desaparecem nesta noite, a releitura moderna da tradição criou o costume de se usar fantasias – pois assim, entre os estranhos transeuntes que passeiam por aí nesta noite, nunca se sabe quem é uma pessoa fantasiada e quem é realmente um espírito vacante!

    FINADOS E EL DÍA DE LOS MUERTOS

    A tradição católica foi transferida à América por Espanha e Portugal, pelo que nos países latino-americanos existe o hábito de se visitar cemitérios e deixar flores aos entes-queridos falecidos no segundo dia de novembro. Sobreposta às crenças locais no México, a data se tornou uma grande festividade que movimenta as ruas e atrai turistas. Portanto, esta comemoração também faz sentido para nós, brasileiros. Está na nossa tradição e na nossa ancestralidade européia, parte da outrora tríplice, agora múltipla, origem da identidade nacional!

    “DIA DO SACI”

    O projeto de lei nº 2.762/2003 intenta substituir, no Brasil, o Halloween (estrangeiro) por uma comemoração mais “nacional”. Porém, não condiz com nenhuma tradição estritamente nacional, a não ser o Dia de Finados, que comungamos com os demais países da América Latina, Portugal, Espanha, o restante da Europa católica e com os países celto-britânicos que influenciaram a decisão do Papa Gregório III na mudança da data no calendário litúrgico.

    Ademais, tal projeto é de uma ignorância ímpar, pois o dia 22 de agosto é, desde 1965, oficialmente o dia do folclore brasileiro. Sendo assim, se há um dia para nos lembrarmos do Saci, do Curupira, da Caipora, da Cuca, do Boitatá, da Iara, da Mula -sem-cabeça, do Boto, do Negrinho do Pastoreio, etc., certamente esta data não é 31 de outubro.

    CONCLUSÃO

    Festividades, costumes e tradições não são um pacote fechado e imutável, reduzido ao escopo desta ou daquela sociedade. Desde sempre, seres humanos dialogam, fazem contato, trocam experiências, se influenciam mutuamente. Ao invés de me fechar, simplesmente decido o que quero aproveitar de outras populações. “Antropofagia”, se lembram? Porque ninguém é uma ilha…

    E mesmo ilhas como a Irlanda nos provam que é impossível mantermos nossas tradições isoladas… menos ainda nossas mentes!

    Reply
  • Fabiane,

    Muito legal esse seu video. Ao mesmo tempo, gostaria de compartihar que a minha familia e Catolica, ou seja, somos cristianos, cristaos e seguimos sempre a Deus. Hoje em dia, aqui nos Estados Unidos, Halloween e uma festa sim divertida para as criancas e para adolescente e adultos. Eu, particularmente, nunca gostei de Halloween…mas, aqui, as escolas Catolicas e ate as Igrejas Catolicas celebram Halloween num sentido ” bom”… E outras Igrejas cristas. Acho que o seu video de tentar explicar o significado disso tudo( que e muito contraditorio), e interessante sim. O que me chama a atencao e o seguinte: porque seria pecado celebrar Halloween se voce e um cristao e se ate a Igreja Catolica e escolas Catolicas celebram o Halloween? O Dia de Observacao dos Mortos e ate feito no Brasil, seja voce cristao ou nao. E nesse sentido, relembrar as pessoas queridas da sua vida que se foram para o Ceu. Na missa Catolica, na hora de rezar, sempre se oferece uma reza especifica para aquelas pessoas que ja morreram. Posso estar muita errada no que estou escrevendo aqui sim, mas como mae, eu acho que vai muito de como nos, pais, explicamos e colocamos para os nossos filhos o significado de tudo na vida. Nao somente baseado em Haloween, mas em tudo que gera em torno das crencas e da maneira como voce cria as criancas e a sua familia e desde que voce explique que esta bem se divertir em Halloween sem fazer maldade. Pelo me so aqui aonde eu moro nos Estados Unidos, as criancas saem supervisonadas pelos seus pais para ir de casa em casa pedir doces. Eles ja nao falam essa coisa de ” doce ou maldicao”. Isso nao existe. Eles falam ” Happy Halloween”. E nao tem problema nenhum permitir as nossas criancas que se reunam com amigos, vizinhos para bater de porta em porta pedindo doces. Eu acho que vai muito da mentalidade de cada um de nos em explicar para nossos filhos, como Deus e importante e tambem, que na vida, ha um que ter coisas legais para fazer.

    Desculpa por este longo comentario aqui que eu escrevi…mas pronto, falei.

    Reply
  • Bicho, desculpa, mas você nasceu em que mundo… você não consegue enxergar o prejuízo que causa na sociedade com sua visão simplista, limitada, frente à grandeza do seu próprio pensamento, da humanidade, do planeta terra, da via láctea, do universo, do divino. Teu discurso é o próprio gerador da culpa. Escutar a simploriedade de tua explicação sobre uma cultura, nada profunda ou filosófica, já foi terrível. Ouvir o vídeo da masturbação foi o fim. Como você lida com a sua culpa, não deve lidar, afinal é pura, não tem culpa. Jovens, eu lhes digo, procurem, leiam, não se prendam a um discurso único. Não se prendem ao discurso dela, nem ao meu, não se prendam a nenhum discurso, vocês são livres, seus pensamentos são livres (não confundam que isso lhes dá direito de fazer o que quiserem)… O mundo é mais complexo do que ela acredita, do que eu acredito, e do que vocês acreditarão, hoje ou no futuro.

    Joyce, se você não sabia da história do Halloween, procure mais, leia mais, escute outras opiniões e tire suas conclusões, não fique estagnada… Se realmente Deus está fazendo suas escolhas de quem deve ou não ir ao reino dos céus, lamento, o seu Deus não pode ser bom, ele estudou pouco a história do UNIVERSO que ele mesmo criou.

    Se vocês acreditam que Fabiana ou qualquer ser humano, como eu mesmo, estamos plenamente habilitados para descrever a grandeza de Deus e de suas leis esse Deus é muito simplório. Ninguém está habilitado… ninguém sabe verdadeiramente. Quem sabia já passou, e em seus ensinamentos, Jesus não buscava vender livros, tampouco discriminar qualquer religião, tampouco condenou ninguém… enfim, cada um que faça bom uso de sua consciência… E digo mais, se deus criou o sexo e criou o homem, tudo que se faz na terra e no universo obedece às leis divinas, por mais terrível que seja (o que não significa que você deva fazer coisa terríveis)…

    Reply
  • Fabi, muito bacana seu vídeo. Nunca dei muita importância ao Halloween.. Já até morei nos EUA e não fiz muita questão de procurar o significado.. Porque era.. “tão bonitinho, né?”. Mas faz todo sentido.. Não comemoro dia de finados por um motivo, carnaval pelo mesmo motivo e etc… Mas iria me juntar ao Halloween só por ser bacana? Continua sendo uma festa pagã e em adoração ao diabo. Então, não, obrigada. 😉

    Reply
  • Fabi gostaria muito que vc falasse sobre festa junina , pois minha religião fala que se comermos algo de uma dessas festas é idolatria , mesmo não indo .

    Reply
  • Fabiana, virei sua fã, desde o primeiro vídeo q assisti. Já sabia dessa festa e fiquei chocada ao ver cristãos no face postando fotos fantasiadas. Acho q os cristãos não estão lendo Bíblia. Se corrompem facilmente. Ótimo vídeo, já compartilhei, Deus te abençoe.

    Reply
  • A origem é essa porém, não acho que haja tanto exagero. Não vejo nada de ruim em vestir uma fantasia por pura diversão e sair na rua pedindo doces. É legal e engraçado, e hoje em dia ninguém participa por adoração. É como não poder comer uma comida de uma festa junina porque é para adoração aos santos… eu não adoro a santos e como assim mesmo, porque eu gosto. Sou cristã, acredito na Biblia. Mas como vi um vídeo seu anteriormente, da mesma maneira que usar maquiagem não é algo mau porque alguém usou para seduzir e fazer algo mau, não acho que eu me fantasiar para uma festa quer dizer que eu adore aos deuses. Como aprendi desde criança na igreja, o importante não é o que entra, é o que sai. Eu participar de uma festa por diversão não irá mudar o meu modo de crer em Deus. Não irei cultuar a ninguém por me vestir de “fadinha”
    Se for olhar isso de celebrar aos mortos, então quer dizer que o povo Mexicano é um povo maldito por ter o dia dos mortos como algo celebrativo?
    Quer dizer que é errado eu ir a uma esposição Maia, Inca ou Asteca porque eles adoravam outros deuses e tinham outros princípios?
    Não é atoa que a igreja tem perdido tantos jovens.
    Tristemente lamentável.
    Que Deus me perdoe se eu tiver errada, mas como vi no seupróprio vídeo, usar uma coisa não quer dizer que eu esteja fazendo algo mal. 🙂

    Reply
    • Concordo permanente com o que você disse. Acho que hoje as coisas mudaram e a festa é feita com outro propósito e não à adoração. Sempre participo e faço em casa, amigos se fantasiam e vão a minha casa e rimos,dançamos pedimos os doces etc e isso não muda minha crença e nem me faz cultuar o demonio,capeta,espírito ruim entre outros.
      Beijão

      Reply
  • Olá Fabiana, muito legal seu vídeo e sua forma de se expressar.
    Compartilhei seu vídeo com uma amiga, e ela me encaminhou 3 links para leitura e reflexão, e que tomo a liberdade de compartilhar contigo. Espero que não fique chateada com este cometário, mas mesmo depois da leitura, ainda fico com meu pensamento de evitar dia das bruxas, e conviver com algo que não é de minha cultura. Um grande abraço! !http://www.salvemaliturgia.com/2011/10/halloween-vigilia-de-todos-os-santos.html?m=1
    http://ocatequista.com.br/archives/6603
    http://www.zenit.org/pt/articles/halloween-como-devolver-lhe-o-sentido-cristao

    Reply
  • Com todo respeito vou fazer uma crítica: procure falar com mais naturalidade. Tu falas coisas bem interessantes, mas é difícil te ouvir até o final. O teu público não é criança, então seja mais natural, ok??

    Reply
  • O video é antes de tudo desrespeitoso com a religião dos citados druidas contendo fazes de “ai que medo” qndo cita os mesmo. Antes de falar que freqüentar essas festas é pecado, diminuir a religião alheia também. Sendo o que for, pregue sua fé e respeite as demais. Sou cristã e nessa mesma bíblia que vc cita, eu aprendi o respeito. Outra ponto é sobre o seu portugues, plurais e conjugações muito erradas e que confundem o entendimento da mensagem. Boa noite e feliz dia 31!

    Reply
  • Oi Fabi, eu gosto muito dos seus videos, vc tem sido uma bencao e tem impactado a vida d muitos, DEUS continue te abencoando e te usando assim, grandemente!!

    Reply
  • Usar a origem de uma data para proibi-la é entrar em contradição com muitas outra datas. Domingo por exemplo: era um dia de folga para celebrar o dia do sol/deus sol. Pela lógica não podemos ter folga nesse dia pois estaremos cultuando o sol…

    Reply
  • Leiam 1 Coríntios 8.
    Paulo diz, não dê a mínima pra isso, se ninguém tá puxando o assunto, coma, beba e agradeça a Deus em seu interior. Ou seja, se hoje o Halloween não tem nenhuma importância religiosa e espiritual, o que não tem e ninguém ta falando disso,não dê importância. Se seu filho quer se fantasiar e brincar com os colegas( é isso que o Halloween é hoje), não seja tolo de colocar na cabeça dele que isso é coisa do diabo.
    Halloween perverso é esse que os cristãos tentam ressuscitar da cultura celta, não o Halloween das crianças fantasiadas, pedindo docinhos.
    Chega e usar a palavra de Deus para incutir pecado na mente de pessoas e crianças e demonizar tudo que existe no mundo.

    “A ciência incha, mas o amor edifica”
    1 Coríntios 8:1

    Reply
  • Discordo completamente ….
    Porque a morte não tem a ver com deus?
    O que seriam demonios ? Senão anjos com uma opinião diferente?
    Não seria o próprio diabo um anjo com uma opinião diferente?
    Como cristão você se sente ofendido por uma pessoa que tem uma opiniao diferente da sua?
    Acredito em deus sim … Não acredito nos homens principalmente os que discriminam, condenam, etc….

    Reply
  • Me desculpe mas com uma pesquisa rápida na internet vc descobre que o Halloween não era o dia de adoração dos monstros ou demônios, mas sim um dia de medo para as pessoas que precisavam sair na rua para o que fosse. Em
    Todas as minhas pesquisas nunca encontrei uma explicação que dissesse que o dia era celebrado para adorar essas criaturas, mas sim que o dia era temido por todos. Concordo que com o passar do tempo o dia se tornou um dia comercial. As carnes e o leite viraram doces, as abóboras e velas enfeites e as fantasias obrigatórias no dia. Mas daí a dizer que a data surgiu da adoração dos
    Demônios acho um pouco demais. Já o fato de celebrarem o início da escuridão, ou o inverno como vc mesmo disse, isso acontecia pois por muito tempo a comida era escassa já que o frio acabava com as plantações. Daí celebrar. A celebração nada mais era que um último dia de mesa farta antes do inverno chegar. Quanto a participar ou não das festas, acho que deve ficar a critério de cada um….

    Reply
  • Fabi, você é uma linda! Gosto muito do que você fala e como fala. Só me incomodo um pouco quando você e outros cristãos fazem graça com as crenças alheias, como quando você riu ao citar as “pedras que o capeta trouxe flutuando”. Sei como um druida se sentiria ouvindo isso, porque como cristã, sofro isso sempre.

    Mas, independente disso, queria deixar aqui meu elogio e agradecimento por você fazer um trabalho tão legal e útil! Que Deus continue te abençoando para que você ainda possa abençoar muita gente.

    Reply
  • sabe antes quando eu era pequeno ia muito a igreja tinha la um pastor daqueles moda antiga em que tudo era pecado:o tamanho da saia das irma a televisao ouvir (voz da verdade)as irma nao podia se maquiar tudo q ele falava ele mostrava na bliblia .ai te pergunto o certo e o crente se diferenciar das outras pessoas.coisa q nao acontece muito hj.mas a minha pergunta e seguinte nao deveriamos viver, vestir e ser como era povo de antigamente .

    Reply
  • Fabi. Adorei!!!
    Eu moro nos Estados Unidos. E aqui todas as criancas curtem mtoOo!
    Eu desisti de mandar meu filho pra escola hoje. Nao me sinto “confortavel”. Eu sou makeup artist, trabalho fazendo maquiagens pra galera. Porem nao participo. E adorei seu video. Super esclarecido!
    Bjs menina.

    Reply
  • Parabéns, que Deus continue a lhe abençoar, com a sabedoria. Explicação muito clara e objetiva e também corajosa, no dia 31 de outubro como cristão, celebramos a Reforma protestante, um marco para a história Cristã. Um grande Abraço.

    Reply
  • TOC TOC…
    OFERENDA OU MALDIÇÃO ???

    PAGÃO OU CRISTÃO ???
    Demônios ou Jesus Cristo???

    Fiz minha escolha a 7 anos… e vc jah fez a sua?
    E fato… como lembrou a Fabi…
    Eh impossivel servir a dois senhores… Mt 6:24

    Bjin Fabi… Deus abencoe !!!

    Reply
  • Fabiiiiiiiiana… tudo beleza contigo?

    Lindinha, dessa vez você se equivocou com algumas coisas, então vou complementar as informações, ok?

    Os celtas, não comemoravam o All Hallows Eve. A festividade deles chamava-se Samhain (pronúncia-se: Sauin) Essa celebração não tinha NADA a ver com o demônio. Era uma festividade comum, tal como é o nosso reveillon, ou seja, eles festejavam ali, a virada do ano, que era dividido em dois períodos, o período fértil, claro, luminoso (primavera e verão) e o período escuro, de terra congelada, com dias mais curtos (outono e inverno). A única (suposta) relação com o Halloween, é que — alguns pesquisadores — afirmam que os celtas acreditavam que os espíritos dos familiares falecidos naquele ano, poderiam visitar seus parentes e trazer mensagens e conselhos do além. Por isso, as famílias preparavam alimentos, como acolhida ao parente que iria visitá-los.
    As máscaras, as abôboras decoradas, o “doces e travessuras”, são todos elementos tardios, que nada tinham à ver com a festividade tradicional e original dos celtas.

    É isso! 🙂

    Beijo pra vc, abraço pro maridão!

    Reply
  • Oiii Bom meu nome é Cintia Neves sou nova aqui no seus videos e em um dia eu vir vários , sou estudante e justamente amanha dia 31 ia ter festa do dias das bruxas , e eu sou Crente tbem mais eu ia pq sabe como é , todos vão s eu é deprimente , mais o seu vídeo me ajudou muito , tanto que não vou mais , seus videos são de mais , tão me ajudando muito pois minha vida ta triste sabe e muito , e sofro muito com muitas coisas , tenho uma maturidade e muitos não tem sabe ?! , e eu mim sinto sozinha sem niguem é difícil a situação , mais Deus sabe de todas as coisas .. Seu videos já tão bombando no grupo jovens da minha igreja super recomendo ,amei de mais , olha queria que um dia você fala-se mais sobre os negoco de namoro , namoro escondido , namoro crente , qual idade estre outros , tbem ia gostar muito de saber quais musicas você escuta assim , Bom gosto muito mesmo de seus videos , e espero que leia meu comentário , vou ta sempre ligada , bjuss !! Deixa eu ir to triste mais me finjo de feliz na frente de todos mais quando chego em casa é choro , mais é isso Fica Com Deus !! 🙂 🙁

    Reply
  • Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro;
    Nem encantador, nem quem consulte a um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos;
    Pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao SENHOR; e por estas abominações o SENHOR teu Deus os lança fora de diante de ti. Deuteronômio 18.10-12.

    Reply
  • Jack-o’-lantern, a feiticeira

    Alguns anos atrás, com meus filhos ainda crianças, fomos surpreendidos pela tarefa de casa dada a eles pela escola propondo o tema Halloween inserido no contexto de folclore.

    Confesso que não me surpreendo com alguma coisa há muito tempo…

    Na mesma escola em Santos – SP, reconhecida como uma das melhores na cidade, a professora de ciências já havia passado todo um semestre tratando dos quatro elementos: Fogo, Terra, Ar e Água. A mestra “viajou” num link metafísico entre horóscopo e ciência…

    Anos mais tarde em um cursinho pré-vestibular outro “iluminado” professor de ciências de um de meus filhos usava suas aulas para ministrar sobre Divinismo, em pregações longas e pretensamente apologéticas.

    Eu e Annika, minha esposa, questionamos se era uma infelicidade pontual ou indicaria uma tendência pedagógica. Evidente que conversamos com a direção das duas unidades manifestando nossa indignação e contrariedade, vez que essa abordagem, que poderia até ser debatida no ambiente acadêmico, não deveria ocupar a centralidade do ensino.

    Voltarei já ao assunto Halloween…

    A título de posicionamento pessoal, quando exerci os seis anos de presidente do Conselho Metropolitano de Pastores da Baixada Santista e de Oficial de Gabinete da Câmara Municipal de Santos durante os mandatos do então vereador Dr. Tomas Söderberg, surpreendentemente, para alguns, fomos uníssonos contra a introdução do ensino religioso nas escolas. Entendíamos que, num estado laico desde que o Brasil tornou-se republicano, sem uma religião oficial portanto, não cabe a este a responsabilidade do ensino de natureza religiosa ou assuntos de fé. A família e as igrejas devem assumir esta prerrogativa, mesmo porque a igreja de Roma e os evangélicos não devem ser tão ingênuos imaginando que este espaço nas escolas seria ocupado apenas por cristãos…

    Voltando à abóbora malvada, resolvemos em casa “encarar” a proposição “folclórica” e ajudar os meninos na produção de um trabalho sobre o Halloween segundo uma perspectiva cristã. Eles ficaram preocupados com as possíveis consequencias mas “toparam a parada”, entendendo que o andar profético envolve não só o anúncio da Verdade mas a confrontação com o Mal.

    Por que Mal? Afinal a questão que bate à nossa porta não é somente gostosuras ou travessuras?

    Ora, para quem ainda tem dúvidas, qualquer site no Google esclarece minimamente as origens e vínculos desta comemoração anglo-saxônica (Estados Unidos, Canadá, Irlanda e Reino Unido) que, ao que me parece, teve início no Brasil em escolas de idiomas (inglês principalmente) e que na atualidade, inquestionavelmente, tem relação com bruxas. Recentemente numa rádio paulistana ouvi uma coordenadora pedagógica num esforço circense tentando relacionar a presença das bruxas ao folclore verde-amarelo para afirmar, enfim, que “não há mal algum nessa comemoração”.

    Pois, para mim, eis aí o problema.

    O Haloween é mais uma das contribuições para a relativização da Manipulação do Mal.

    Para quem desconfia de alguma xenofobia nesta opinião, respondo que o halloween para mim apenas acrescenta mais uma gama de personagens malignos importados aos made in Brazil. Já temos Sacis-Pererês, Cucas, Mulas-sem-Cabeça, Curupiras, Caiporas, e uma infinidade de outros pavores vomitados pela boca do demônio para inundar a mente de nossas criancinhas, sob o título de Folclore.

    E se ainda alguém duvida da influência maligna (e não apenas maléfica), portanto espiritualmente perigosa de comemorações como o Halloween, que viraram uma série de filmes em Hollywood “nos quais a violência plástica e os assassinatos acabam por criar no espectador um estado de angústia e ansiedade”, deverá ficar horrorizado com o que penso sobre a série O Crepúsculo que reavivou a histórica figura do vampiro, este, no caso, vegetariano (dá pra acreditar?), best-seller da autora Stephenie Meyer que relaciona o amor da “bela pela fera” com o desejo bíblico de comer do fruto da árvore do Bem e do Mal (?).

    Insisto, a Manipulação do Mal é a tônica de eventos como o Halloween. É aproximação com a banda trevosa e maligna da dimensão espiritual. É brecha aberta para a malignidade colocar uma cunha e despertar interesse por esse reino.

    E por fim, sobre a história do trabalho de Halloween na escola dos filhos, produzimos painéis negros com as figuras mais horripilantes que encontramos, com uma diagramação bem cuidada, efeitos brilhantes, tudo, enfim, para atrair a atenção dos visitantes (pais, vovôs e vovós, titios, etc.). O conteúdo, porém, alertava alunos e pais sobre a influência maligna da prática ocultista, implicita na “festa”.

    A nota dos meninos foi 10.

    Mas 10 mesmo, foi ver a carinha deles pela vitória, por terem tido coragem de enfrentar o fluxo na contra-mão e ainda assim saído ilesos.

    Halloween? Eu e minha casa estamos fora…

    “Inclino o coração a guardar os teus decretos, para sempre, até o fim. Odeio a duplicidade, mas amo a tua lei. Tu és o meu refúgio e o meu escudo; espero na tua palavra”. Sl 119.112-114

    Reply
    • O melhor comentário, parabéns!! Detalhe que ainda nem assisti ao vídeo rsrs… Vou assistir agora! Mas para mim basta saber que para os satanistas é uma data sagrada em que se sacrificam pessoas, principalmente crianças, a Satanás. Na noite de Halloween, os cristãos deveriam estar orando e jejuando, e não participando “inocentemente” dessa porcaria. “O meu povo perece por falta de conhecimento” (Oséias 4:6).

      Reply
  • Parabéns! Os seus vídeos são sempre edificantes e estão ajudando muitos cristãos a se posicionarem na fé! Continue nessa sua força “vareta” valorosa!! rss

    Reply
  • valeu fabi…é uma outra coisa q não sabia q vi nos comentários , o que tem haver celebrar festa junina? Alguém sabe me responder .. Obrigada

    Reply
  • Isso aí, ta certinho a lógica. Festa Junina é a mesma lógica Não Fabiana? criança q vai em festa Junina ta adorando a homens que foram São João, São Pedro, é a festa da idolatria. Se seus filhos já dançaram em quadrilha participaram da festa da Idolatria, pela lógica do vídeo. Pode vestir de xadrez, de cowboy, de caipira, de noivinha ta festejando a idolatria a homens pecadores. Vc já foi em festa junina Fabiana ?

    Reply
  • Eu adorei… Moro nos EUA há 14 anos…Desde que minha filha entrou para escola, eu a deixava em casa nesse dia.. Esse ano, como ela está na sexta série, conversarmos e a alertei que esta na hora de encarar o desafio.. É muito difícil para as crianças, pois o apelo é muito grande…Eu, ela e meu marido, estamos orando muito durante essa semana… Minha filha entende, mas nada como um vídeo esclarecedor como esse…Obrigada por alertar as pessoas para não cairem nesse ledo engano… Beijos

    Reply
  • Aplaudi de pé esse vídeo!! Moro nos EUA aonde o halloween é pior que crença afff literalmente ODEIO essa época mas des que meus filhos nasceram já os ensino pq não celebramos e explico que devemos sim testemunhar…já escutei meus dois filhos explicarem para outros o pq não celebram essa data…me enche de orgulho!!! Como aqui é muito grande esse dia sempre faço algo com eles pra não ficar em casa e escutar a campainha tocar 20 milhões de vezes!!! Esse ano estamos indo ao um teatro cristão aonde está passando a vida de Moisés!!! Eles estão tão felizes e eu mais ainda!!! Difícil sabe Fabi pq muitos amiguinhos Adventista da escola cristã deles fazem pq ach que é só uma tradição americana…ah ahm!!! Por isso falo abertamente com eles que esse dia celebra a morte e Deus é o Deus da VIDA!!! Vou compartilhar seu vídeo pra ver se alguns se tocam:-) bjus

    Reply
  • Recebi sei vídeo HJ e como mãe cristã nunca deixei minha filha participar do halloween,mas hj c 8 anos ela queria ir na escola ver como era mas sem se vestir de nada. Orei e fiquei na dúvida pela primeira vez. Mas a madrinha dela viu seu vídeo e mandou p mim. Obrigada de coração, eu nunca pesquisei sobre esta festa pq nunca fez parte da minha vida mas como a escola dela era bilíngue, vc sabe, americano comemora mesmo. Hj ela ouviu seu vídeo e decidiu não ir na escola nesta sexta. Deus te abençoe e vou compartilhar muito no face pq tem muita mãe crente q deixa os filhos irem pelos doces mas as vestem de bruxinhas do bem….te adorei. Bjs de mamãe Aida Corazza D Campos e filhota Ana Clara

    Reply
  • Fabi, ótimo, eu sabia dessa história, essa semana meu filho de 8 anos, me perguntou se ele podia ir pra escola no dia 31 com uma fantasia normal, tipo: lutador, davi, golias, etc. Dai contei essa história pra ele e expliquei que isso seria não agradar a Deus, e ele compreendeu. Obrigada por este video, vou passar pros meu adolescentes da igreja. beijo

    Reply
  • Fabi, gostei muito do vídeo mas queria compartilhar com você sobre algo que aconteceu comigo.
    Sou professora de inglês em um curso particular, e como cultura, sobre “obrigados” a participar com nossos alunos.
    Entrei numa crise complicada com isso e comecei a orar para que Deus me desse estratégias já que eu teria que participar de qualquer maneira. Foi quando eu comecei a pensar em como poderia falar com meus alunos sobre isso sem esquecer que estamos em um país “laico”.
    E então resolvi falar com meus alunos como muita gente vive por aí como zumbi, andando em meio a sociedade mas morto por dentro em meio aos seus problemas e angústias. E foi assim que fiz. Como nosso tema seria zumbis aproveitei para levantar essa questão em debates na aula com alguns alunos.
    Não estou falando que fiz o certo ou que é correto ou não participar dessas festas mas foi a estratégia que tive para lidar com isso.
    Beijinhos! 😉

    Reply
  • Ótimo vídeo e explicação perfeita! Eu já sabia de algumas coisinhas, mas nunca soube a história toda até agora… Eu sou cristã e moro nos Eua, e nunca festejei o Halloween, mas o que vejo de cristão aqui festejando…. Não entendo essa mania dos cristãos de agora de querer misturar tudo que é santo do que é mundano, e achar que não tem problema nenhum… Tenho um pedido especial: se você pudesse gravar um vídeo explicando tudo isso em inglês, ou até mesmo colocar legendas nesse teu vídeo, eu agradeceria muito. Tem muita gente aqui precisando escutar essas verdades e eu ainda não sou capaz de explicar tudo isso em inglês… Mesmo que você não possa, te agradeço por esse vídeo e por muitos outros que você já fez… Siga assim ajudando e inspirando muita gente 😉

    Reply
  • Mto bom! Concordo plenamente!! Cristão querer comemorar o dia das bruxas é tão incoerente quanto um muçulmano querer comemorar o natal! Mesmo o natal não sendo mesmo o aniversário de Jesus, não dá! Vai contra a fé que se prega!!!

    Reply
  • Minha cara,

    Bom vídeo. Gostaria de te mandar um documento que fiz a mais de 15 anos sobre isso e gostaria de compartilhar com vc para ajudar com a bibliografia.
    Como podemos conversar?

    Reply
  • Muito bom ! faça um video também sobre as festas juninas, pois aqui na minha cidade no colégio dos meus filhos estão meio que obrigando eles a participar , este ano o diretor do colégio disse que quem não participasse perderia notas . E o pior tem algumas igrejas evangélicas promovendo tais festas,eu fico indignada !!! fale alguma coisa ,pra mim ,dia das bruxas,festa junina,finados…é paganismo puro! bjooos

    Reply
  • Sou espírita cristão e discordo totalmente com o conteúdo deste vídeo, sejamos sinceros, o que conta são as atitudes das pessoas, tantas e tantas por ai frequentam suas igrejas, centros, cultos ou seja lá o que for e na vida real tratam as pessoas como lixo, gostaria que me respondessem apenas uma coisa, alguém aqui já saiu prejudicado por alguém que participa do halloween? E será que Deus vai ser tão humano ao ponto de nos prejudicar pelo fato de estarmos participando de uma festividade visando à alegria? Então quer dizer também que os ateus, por mais que tenham uma “atitude cristã”, ou seja, pratiquem a caridade, respeitem e amem ao próximo e etc. Iriam “queimar no mármore do inferno” só por não acreditarem em Deus ou Deuses? Para mim o que conta são as atitudes que temos aqui na Terra como humanos que vão definir o que somos e o que seremos. E sobre o “Trick Or Treat”, não sei por qual motivo, mas isso me lembrou tanto alguns discursos religiosos… “ou dá o dinheiro pra Deus ou o céu não tem lugar pra você não” então sou da seguinte opinião seja uma boa pessoa, não deseje o mal para o próximo, respeite as diferenças, procure sempre a sabedoria e respeito e assim seremos pessoas melhores, seres humanos melhores, espíritos melhores ou como queiram chamar.

    Reply
  • Direta e certeira…muito bom, já sabia dessa origem, mas é sempre bom ouvir mais um pouco. Há também pesquisas que apontam um aumento de crianças “desaparecidas” nesta época.

    Reply
  • Eu já sabia!!! Mais muito boa sua explicação.
    Mais gostaria de saber sua opnião em relação as igrejas cristãs que fazem o haleluia e as crianças usão fantasia e normal pode?!

    Reply
  • Fico boba com essa galera do youtube escrevem cada coisa aff pra eles Deus é só amor acho que esquecem que Ele é JUSTO e SANTO. Sei que dia das bruxas e muitas outras festividades em adoração a outros deus desagradam o Senhor uma delas é a festa juinina, mas tem sempre alguém tentando achar um jeitinho de participar ” tem nada vê” esse é o discurso deles.

    Reply
    • Poxa Fabiane, isso tem sido algo que tenho falado tanto e sido muito criticado. Muitos estao vivendo como se a epoca da Graca desse carta branca para se viver de qualquer jeito….esquecendo de que DEus nunca mudou. Ele eh o mesmo ontem, hoje e sempre. O mesmo Deus do velho testamento eh o mesmo de hoje…..e a Dispensacao da Graca tera fim, e todos darao conta da forma em que viveram…..mas preferem o erro.

      Reply
    • Aff …sabe quase nd de história…vc sabia que a igreja católica na época medieval por medo que as mulheres quisessem ficar independentes, (e elas estavam pensando diferente já nessa época) inventaram que pelo fato delas menstruarem elas estavam cultuando o demônio e que
      por sua vez passaram a ser consideradas como bruxas ??? E muitas delas foram enforcadas. Espero que você e essas que opinaram aí, que em época de natal e páscoa por exemplo, não de presentes as suas crianças já que essas duas datas tbm tornaram-se apenas marketing .
      O grande problema hj são as doutrinas de todas as igrejas e a submissão dos fiéis sob o que os líderes das mesmas (pastores evangélicos principalmente) dizem, fora que a própria bíblia se contradiz no que fala, e pelo que vi nos seu vídeo e nos comentários vc deve ser mais uma dos muitos que seguem as regras do líder da sua religião. E só pra finalizar, eu não sou ATEU, porém, até que me provem ao contrário, Deus não é 100% um Deus de amor, houve muitas mortes de inocentes em nome dele e a mando dele inclusive, no velho testamento vc pode testemunhar essas mortes.

      Reply
  • Adorei saber mais sobre esse assunto. Tenho filhos pequenos e achava muito dificil explicar isso para eles. Parabens Fabi e que Deus continue te usando com esse dom. Beijos.

    Reply
  • Ola Fabiana, adorei sua explicação sobre o Halloween. E no meu lar nunca participamos disto.
    Gostaria de pedir pra você uma explicações para o Natal, e o quê que tem a ver Jesus com as árvores, luzes, Santa Claus e até mesmo o nascimento…Creio que na bíblia não sita o dia exato em que ele nasceu. Sei que vc e uma cristã bem esclarecida e gos tá ria da sia opinião. Obrigada e a Paz do Senhor.

    Reply
  • Vcs ja viram quantas pessoas somem e nunca mais são encontradas? , estudando a fundo o satanismo, no mundo todo, é o ápice dos feriados deles , e no halloween são sacrificadas milhares e milhares de pessoas incluindo bebês e crianças roubados ou até mesmo gerados por eles são oferecidos ao satanás, a pessoa que oferece uma criança ou um sacrifício humano , ganha proteção e poderes especiais. o lado podre e sombrio do halloween não é mostrado… E por este motivo eu não celebro e odeio este dia , se vc não acredita, faça uma busca no YouTube sobre ex satanistas hj convertidos dando os testemunhos, em português não são muitos mas inglês São centenas…

    Reply
  • Amei o vídeo! Já sabia da história do halloween e por isso nunca participei e nem o meu filho participará!!! Vc deveria fazer o mesmo em inglês!!!

    Reply
  • e o que voce hacha das igrejas no dia do Halloween fazer um evento paracido? aonde as criancas tambem vem a igreja fantasiadas fazen a mesma coisa so que no culto?

    Reply
  • Durante um intercâmbio que passei no Canadá participei do famoso Halloween inclusive numa igreja batista, onde minha host congregava. Achei estranho, mas depois pensei que era apenas por diversão e não para festejar algo do mal. Agora que conheci mais da história desta data, vejo que realmente não é coisa de cristão, mesmo tendo muitos que participem.

    Reply
  • Fabii, boa tarde!! Vc poderia gravar um vídeos falando sobre os filmes de terror..pq tem alguns irmãos que não vem problema nenhum em assistir.. eu particularmente vejo vaaaaaarios problemas…então se puder taii uma ideia.. Bjus e amo seus vídeos

    Reply
  • Vcs q estao tao preocupada com a origem da festa de Halloween deviam se preocupar tbm com a origem da palavra tchtchuca, q ofende fortemente os principios cristaos. Só acho!

    Reply
  • Amei o vídeo Fabi!
    Já tinha assistido outros vídeos seus mas não sabia que vc morava na Inglaterra.
    Moro em Watford ha 7 anos com a minha família e somos parte do ministério Soul Survival.
    Em que igreja você congrega? Gostaria de visitar pq amo a sua visão!

    Reply
  • Fabi, sempre linda! Obrigada por relatar a origem do halloween.
    Também acho que não há dois pesos e duas medidas para determinadas coisas. Também acredito que participar de uma festa, que hoje é uma forma de diversão, seja celebrar o “capeta”. Eu não celebro o capeta em nenhum dia da minha vida. Me vestir de bruxa não fará com que minha fé e minha convicção no Senhor Jesus Cristo seja minimizada. Um beijo.

    Reply
  • Na minha opinião esse vídeo é deprimente. É incrível como ainda hoje as pessoas querem fazer das suas verdades as verdades dos outros e se esquecem que Cristo não seria tão estúpido a ponto de se indignar com uma criança, ou seja lá quem for, se ela vai para um Halloween pedir doces ou se divertir. Cristo só pediu para que amássemos uns aos outros e ponto. Pensamento mais arcaico, de quem anda com cabresto, que não abre a mente.

    Reply
    • Mayara, não me considero com cabresto, flor, mas me guio pela ótica cristã que sim, sabe da inocência das crianças, mas não estou falando com crianças (e até elas entendem quando lhes é explicado tudo). Estou falando com adultos, cristãs, sobre algo que afeta sim nosso comportamento e comprometimento com Deus. E esta é minha opinião, você é livre para ter a sua e participar do Halloween como quiser.

      Reply
  • Pr. Inácio Costa Pinto

    “HAPPY HALLOWEEN”??

    ​Será que Halloween é realmente uma festa feliz? Será que é uma festa inofensiva e alegre? Ou será que ele não esconde em seu aspecto inofensivo uma festa do ocultismo da pesada nas suas origens?

    Uma festa que envolve celebrações fúnebres, consulta aos mortos, louvor à “divindade” da morte e contato com entidades do mundo tenebroso? Será que nossas crianças estarão apenas se divertindo numa festa ingênua e inofensiva como se diz? Deve o cristão participar desta festa?
    ​“Porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes” (Efésios 6.12).

    ​Podemos então perceber com os olhos espirituais, uma manipulação do mal nas brincadeiras do dia 31 de Outubro, o que veremos a seguir começando com a origem desta festa chamada Halloween.

    ​SUA ORIGEM:
    A festividade do Halloween tem sua origem nos festivais de outono dos Celtas (hemisfério norte) onde hoje é a Grã Bretanha e o norte da França. Os Celtas eram idólatras e animistas, pois adoravam a natureza e tinha o deus sol como divindade favorita. Seus sacerdotes eram chamados de druidas.

    O Calendário da bruxaria resume-se no relacionamento da “Grande Deusa” (representada pela Lua e que nunca morre) com seu filho, o “Deus Chifrudo” (representado pelo Sol e que a cada ano nasce em 22 de dezembro e morre no dia 31 de outubro) de acordo com: (Mistérios do Desconhecido:Bruxas e Bruxarias; Time Life Books publicado em 1994 pela Abril Livros).

    Na roda do ano wicca (bruxaria moderna), o dia 31 de outubro é o grande sabá (festa) de Samhain. Então o que chamamos de Halloween era o festival celta de Samhain, o “deus dos mortos”.

    De origem bem remota, os celtas atingiram seu apogeu em 1200 a.C., contudo, os celtas não aparecem como um povo identificado na história até os séculos VII a VI a.C. (Grimassi, Raven,Os Mistérios Wiccanos (Antigas Origens e Ensinamentos). Editora Gaia Ltda. São Paulo, Sp, 2000, pg. 24).

    O CULTO AOS MORTOS:
    Os celtas acreditavam que o ano novo deveria se comemorado na última noite de outubro, pois o véu entre o nosso mundo e o mundo dos mortos se tornava mais frágil, sendo essa noite o tempo ideal para se comunicar com os mortos. Criam que os espíritos dos mortos voltavam dos campos e túmulos gelados para visitar suas casas e cabanas aquecidas. Os celtas criam que deveriam ser muito receptivos com os mortos e providenciavam comida para esses espíritos, com receio que os espíritos fizessem coisas terríveis em suas lavouras, animais e famílias, e se não fizessem uma festa para estes espíritos nesta data, atormentariam os vivos.
    O celtas tinham medo do Sam-hain “O senhor da morte”, e, para agradar-lhe, os druidas (sacerdotes celtas), realizavam rituais macabros. Fogueiras (feitas de carvalho, pois criam que essa era uma árvore sagrada) eram acesas essas fogueiras e sacrifícios eram feitos em homenagem aos deuses. Criminosos, prisioneiros e animais eram queimados vivos e oferenda às divindades.
    Esta seria uma noite de medo para os aldeões, amedrontados, acendiam fogueiras para honrar o deus sol, sacrificavam-lhes animais e colheitas.
    Os druidas criam que esta noite era mais propícia para fazer previsões e adivinhações sobre o futuro. Essa era a única noite em que a ajuda do “Senhor da Morte” era invocada para tais propósitos.
    Portanto, o Halloween não era uma festa e sim um ritual macabro. Os celtas faziam este cerimonial por medo e não por prazer ou divertimento.
    Se você é cristão, veja o que a Bíblia diz sobre isto: “Quando vos disserem: Consultai os necromantes e os adivinhos, que chilreiam e murmuram, acaso, não consultará o povo ao seu Deus? A favor dos vivos se consultarão os mortos? À lei e ao testemunho! Se eles não falarem desta maneira, jamais verão a alva” (Isaias 8.19-20).

    COMO O HALLOWEEN CHEGOU ATÉ NÓS:
    A festa do Halloween foi introduzida nos EUA pelos imigrantes ingleses, irlandeses e gauleses. Sua celebração está muito relacionada com a história dos celtas e outras crenças religiosas. O sistema de escolas públicas da América do Norte e Europa foram um dos maiores divulgadores do Halloween, patrocinando atividades dessa festa, com concursos de fantasias, danças, carnavais, exposições de arte e artesanatos.
    O interesse pelo ocultismo está muito intenso nestes últimos dias, pois o misticismo assume novas formas, virou moda. Você encontra farto material de bruxaria e literatura sobre ocultismo como nunca antes, nas bancas de jornal e livrarias e também filmes.
    O famoso bruxinho Harry Potter, enfeitiçando a mente das crianças já alcançou o mundo inteiro com os livros e filmes sobre suas façanhas no mundo do ocultismo deixando uma marca ocultista na mente das crianças de tal forma que a futura geração esta enfeitiçada e procurará cada vez mais o contato com o desconhecido, o mundo dos mortos.
    Hoje, copiando estes paises, mais do que nunca, as escolas de todo mundo, também no Brasil e Japão estão divulgando sem reservas esta festa, que é introduzida nas escolas como “FOLCLORE” e diversão para as crianças, e os pais participam, pois também são atraídos pelo bizarro e o oculto que esta festa demonstra.
    As lojas já decoram suas prateleiras oferecendo ao público consumidor todos os apetrechos necessários para que se possa comprar as fantasias para a festa do Halloween.

    CONCLUSÃO
    A origem do Halloween esta intimamente ligada à comunicação com os mortos. Crença espírita que ensina que o morto é um mensageiro e deseja trazer algum recado celestial, um ensinamento ou um aviso.
    Sabemos que a manifestação de espíritos é real e que até mesmo por brincadeira, você pode ter contato com espíritos, mas não é o espírito de pessoa que morreu, mas sim, demônios, espíritos malignos que para enganar, imita voz e até mesmo fala particularidades da vida da pessoa. Jesus falando aos discípulos em Lucas no cap. 16, ensinou sobre o rico e lázaro que morreram, um foi para o paraíso outro para o inferno, e na tentativa de sair para avisar os vivos, na terra, foi dito ao rico que os que estão mortos não podem se comunicar com os vivos mesmo que queiram. “Respondeu Abraão: Eles tem Moisés e os profetas;ouçam-nos”. Lucas 16.29.
    “Aos homens esta ordenado morrerem uma só vez, vindo depois disso o juízo” (Hebreus 9.27).
    Após estas pequenas pesquisas com relação a esta festa, origem, a história e o ressurgimento da festa das bruxas, podemos sem sombra de dúvidas dizer que: à luz da Palavra de Deus que a festa do Halloween é contrária aos ensinamentos bíblicos, portanto deve ser evitado pelos verdadeiros crentes em Jesus.
    O apóstolo Paulo escrevendo a Timóteo ele diz: “..mas o Espírito expressamente diz que, nos últimos tempos, apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrina de demônios. (ITm. 4.1).

    Fica aqui um alerta aos pais cristãos sobre o perigo de expor seus filhos a esta festa comemorada nas escolas e, principalmente nos bailes noturnos, nos quais se pedem que seus participantes se apresentem fantasiados de bruxas, vampiro, Frankstein, zumbi, sacerdote da magia negra, etc.
    Freqüentando estes lugares eles estarão expostos ao ocultismo e a experiências com espíritos malignos e poderá lhes trazer muitos danos espirituais à nossa casa.
    “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas me convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas”. (ICo. 6.12).
    “Antes digo que as coisas que os gentios sacrificam, as sacrificam aos demônios, e não a Deus. E não quero que sejais participantes com os demônios. Não podeis beber o cálice do Senhor e o cálice dos demônios; não podeis ser participantes da mesa do Senhor e da mesa dos demônios. Ou irritaremos ao Senhor? Somos nós mais fortes do que ele? Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convém; todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas edificam.” (ICo. 10.20-23) ​

    Que Deus abençoe a todos vocês e que estejamos nos santificando pra o encontro com Jesus em breve nos ares.
    Maranata (Ora vem Senhor Jesus)

    Compilado da matéria sobre Halloween das revistas:
    “Defesa de Fé” Outubro 2000
    “Chamada da Meia Noite” Setembro 2004.

    Hamamatsu – Japão Outubro de 2007.

    1

    Reply
  • Amei,pois é importante sabermos!Há um livro que li,que relata o sacrifício de crianças nos Estados Unidos para celebrar o dia das bruxas!!!

    Reply
  • Fabi, eu gostei sim! Não conhecia a origem do Halloween. Só tenho uma pergunta: Se por um acaso uma criança bater na minha porta pedindo doces e me oferecendo travessuras, como cristã, o que devo fazer?
    Beijos

    Reply
  • Boa abordagem. Deus te abençoe. Muito bom ver esse dinamismo. Há outras festas também que infelizmente nos misturamos como cristãos, como festa de S. João, em nome da inocência. Enfim….. temos que pensar.

    Reply
  • Gosto muito dos seus argumentos são muito esclarecedores e concernentes com a palavra de Deus, sou Cristão e estava pensando em ir na festa que o curso de inglês está organizando, porque nunca participo de nada, nunca tinha visto problemas no Halloween, até porque nunca tive a curiosidade de ir atras e pesquisar mais afundo sobre o assunto, mas agora com essa visão, percebo que será mais uma comemoração que ficarei de fora….kkkk
    Obrigado por nos mostrar os caminhos da verdade que muitos cristãos fingem não enxergar…
    Você é muito usada por Deus ao dizer essas palavras tão abençoadas….
    Deus te abençoe, mais ainda….

    Reply
  • Eu não sabia da origem do halloween. Esse video me abriu os olhos. Porém eu moro nos Estados Unidos com uma família americana, e eles já haviam me convidado para uma festa que vai acontecer aqui mesmo em casa, eles estavam super empolgados para apresentar para os amigos… mostrar a cultura deles… Então, eu prometi que iria participar, sem antes saber do que se tratava. Agora vai ficar chato dizer que não posso…. 🙁

    Reply
  • Concordo com tudo que foi dito !! Moro nos estados unidos e aqui o halloween é mais festejado que o Natal :/ !! Nas escolas festejam e fazem até desfile com as crianças fantasiadas ! So que eles tb fazem atividades para crianças que nao celebram e as deixam separadas ! Quando chega a noite todos vao para rua fazer trick or treat . Meu filho tem 5 anos e nunca participou , faço questão de explicar direitinho o pq e ele entende numa boa ! sou completamente contra halloween.

    Reply
  • Ola, pontos validos so uma coisinha com relacao a parte historica, os celtics nao adoravam o capeta, e na grande maioria eles nao focavam em casa. Na realidade a historia nos conta que eles saiam e se reuniam e faziam bonfire juntos, com o proposito de espantar almas en espiritos ruins que poderiam destruir as plantacoes De batatas dele (as plantacoes eram a forma De sustento deles). Entao na verdade nao era com o intuito de celebrar o diabo, e sim uma tentativa de “espanta-lo” e so pra finalizar, essa cultura dos celtics aconteceu cerca de 2000 anos antes de Cristo, entao eles nao tinham conhecimento do que o ponto de vista cristao. Ate pq o mesmo nao existia.

    Reply
  • Fabi, adoro seu vlog, mas dessa vez sou obrigado a discordar. E isso não é algo ruim, tenho certeza que alguém com o seu conteúdo sabe que a discordância é absolutamente necessária e saudável.
    Pois bem, primeiro, gostaria de dizer que a páscoa e também o Natal, são festas pagãs com nomes judeu cristão, respectivamente. A verdade é que a igreja católica se prostitui pela conquista do Império Romano e abriu as portas pra toda sorte de paganismo, e não podemos fazer nada.
    A questão é, assim como a páscoa não é uma festa à deusa da primevera e/ou da fertilidade, mas foi, assim como o Natal não é uma celebração de solstício ao deus do Sol, mas foi, o Halloween não é uma festa de adoração à escuridão, apenas foi. Pq usar dois pesos e duas medidas? A tática da igreja católica foi a mesma para todas as festas pagãs, pq diferenciar? Com todo o respeito, Fabi, mas acho até graça da ingenuidade de achar que as pessoas adoram ao diabo sem querer… Isso é um absurdo. 🙂
    Sabe, Cristo deixou de ser Deus, se fez carne, o divino entrou em contato com toda a sujeira desse mundo perdido, e como se não bastasse morreu de uma forma horrível, pra que todo aquele que n’Ele crê não pereça, mas tenha a vida eterna… Vc realmente acha que tudo isso não foi o suficiente? O que Cristo fez não foi o suficiente? Ele fez tudo isso, pagou esse preço alto para que, sem intenção, sem concordância, sem nada, eu entregue a minha vida pro diabo? Uma criança de 9 anos adore o diabo sem querer? Me desculpe, mas eu não posso acreditar que o sacrificio de Cristo possa ser coberto por um preço tão baixo. Faço festa junina, adoro as guloseimas, e provavelmente meu filho vai participar do Halloween se eu morar fora do Brasil, e não vai ser uma fantasia, uma brincadeira que vai tirá-los das mãos de Jesus, o preço pago pelas nossas almas foi alto demais, Fabi. Deus jamais permitiria que algo assim acontecesse. 🙂
    Com certeza uma conversa pessoal seria muito mais interessante e produtiva, mas essa é a minha interpretação a respeito do assunto. Deus abençoe, e continue o excelente trabalho!

    Reply
    • Fili, discordância é sempre bem-vinda, ainda mais com educação. Obrigada por contribuir com o seu ponto de vista e seja bem-vindo aqui!

      Reply
  • é… De fato é a história… só acho que você esqueceu que boa parte do que eles faziam era mais pra se defender do que “estava por vir” do que para endeusar os “demônios” como você diz (é incrível que em uma época não muito distante as pessoas não conheciam bem efeitos medicinais de ervas e etc, e por isso acabava chamando de bruxa quem costumava usar esse tipo de medicamento, inclusive essa foi a causa de muitas mortes. Só acho que as pessoas tem que parar de “atacar”, “criticar” ou até mesmo expor pontos de vistas fortes, como o seu pois vc tem muita influência sobre certas pessoas, em fim, tem que parar de “atacar” de qualquer forma aquilo que não intendem direito). Assim como os druidas as wiccas (bruxas da natureza como se denominam) também faziam tais festividades, mas não para adorar demônios e sim saudar qualquer coisa (frisando QUALQUER) que viesse do mundo espiritual naquele dia, já que elas não tem conhecimento da forma (bem ou mal) do que viria de tal portal, e só pq não é nossa religião que não devemos tratar com respeito né? Eu não festejo, mas se me chamarem pra uma festa de dia das bruxas eu vou, sem nenhum problema, afinal a fé trata-se de crer em Deus certo? Desde que eu creia nele e o respeite, não tem problema algum sair pra me divertir em um data (como chamar?) “não nossa?”… Não devemos julgar os outros, não sabemos oq eles de fato adoravam e se adoravam é da crença deles, nada disso nos diz respeito, oq vai acontecer agora ? um “boicote” à data? Vamos viver e permitir que vivam por favor, sem apontar o dedo argumentar ou discutir, se 1 ou milhões de pessoas boicotarem a data, ela ainda vai estar lá, é história, faz parte da humanidade…

    Reply
  • Valeu Fabi, minha filha qria saber pq não podia brincar eu disse q era festa pagã, do cap…, agora mostrei a ela e ela entendeu melhor, parabéns.

    Reply
  • Eu já sabia, pois como cristã é minha obrigação saber, e como professora na igreja tenho que ensinar, mas como gosto de pesquisar muito achei um dizer em um site : Ao citar um bruxo, o jornal USA Today escreveu: “Os cristãos ‘não se dão conta disso, mas estão celebrando o nosso feriado junto conosco. . . . Achamos isso muito bom.’”

    Reply
  • Halloween : a festa de culto ao demônio

    Os maiores índices de vendas de doces e balas nos EUA e Europa ocorre na época do halloween.
    Esta festa teve início no culto ao Diabo realizado por sacerdotes Druídas. Eles faziam sacrifícios humanos com crianças. O dia 1º de novembro foi instituído pelo Papa como Dia de Todos os Santos, em memória às crianças sacrificadas no dia 31 de outubro.
    Crê-se que tais sacrifícios são feitos ainda hoje, prova disso é a preocupação das autoridades dos EUA com o alto índice de crianças desaparecidas nesta época.
    Há uma prática no halloween americano chamada Fogueira de Ossos… ela fica acesa toda a noite queimando ossos até tornarem-se cinza. A crença druída, rezava que, na noite de 31 de outubro os mortos da família se levantavam e visitavam a casa dos parentes. Se ao chegarem não houvessem guloseimas e manjares preparados para eles, Satanás visitaria aquela casa.
    Hoje vemos as crianças de casa em casa pedindo doces, fazendo papel de criatura das trevas. E cada vez que falam “Treats or Tricks?” – “Oferenda ou Travessura?” – estão proferindo “Ou você me dá um doce, ou te amaldiçôo”. As crianças são usadas como veículos de maldição!
    As cerimônias, festas, druídas eram realizadas na floresta, em meio a árvores onde eram oferecidos sacrifícios de animais negros, sacrifícios de crianças e eles passavam a noite em orgias sexuais.

    Eu tirei esse texto da pagina Adventista da minha igreja. Achei muito bom e seu vídeo esclareceu mais!

    Reply
  • Fabi muitooooo booooom o vídeo !!!!gostei dmaissss pq tem cristão q não sabe das verdades ainda até participa dos dias das bruxas e tbm de festas juninas…… Valeu Fabi

    Reply
  • Adorei a ideia de falar sobre o halloween… Aproveitando o gancho, gostaria de sugerir um vídeo sobre as festividades na época de São João, que afinal são bem mais populares aqui, e que muitas vezes até se misturam a eventos da igreja… Obrigado, fica com Deus!

    Reply
  • sem falar que muita gente não sabe mais o dia 31 de outubro é a data da criação do protestantismo, então se os cristãos querem comemorar alguma coisa nesse dia vão agradecer a Deus por esse dia histórico para os cristãos, não comemorar o Halloween.

    Reply
  • oii Fabi!Não sabia como isso tudo começou e pra mim que tenho duas filhas(12 anos e 10 meses) é muito importante pra explicar pra elas quando a escola convida para essas ‘comemorações’. Deus te abençõe sempre sempre!!!Muito obrigada!!!bjos

    Reply
  • Muito interessante Fabi! Não conhecia a história e realmente faz muito sentido as modificações todas que foram feitas.
    ps: Estou lendo seu livro “Submissa” e estou amando!

    Reply
  • Oi, Fabi!
    Meu nome é Ariane e eu queria te pedir um importantíssimo conselho pra você.
    Resumindo, eu trabalho em uma escola onde dou aula de inglês para maternal 3 no programa bilíngue, e lá eles realizam o Halloween. Eu devo participar como professora e devo ensiná-los a cantar a música tema (“Adam’s Family”), como devo lidar com essa situação, como cristã?
    Por favor, me dá um conselho a respeito disso, rsrs.
    Beijos e que o SENHOR continue abençoando seu ministério e toda sua vida!

    Reply
  • Fabi, você como sempre, inspirada, dinâmica e direta, e com isso, ajudando a todos que te seguem, não é? rs
    Deus te abençoe, minha flor!
    Também nunca gostei dessa data, até pelo próprio nome dela. E pra mim, que era professora de Inglês, era bem difícil de acompanhar nas escolas, sendo cristã… Resolvi mudar de profissão!
    Mas tô muito bem, graças a Deus!

    Reply
  • Gostei muito da história, confesso que não sabia e estava prestes a participar de uma festa dessas por ser uma cultura americana que o pessoal do curso de inglês está organizando, agora com a visão mais ampla sobre o assunto eu que já estava meio sem querer ir, terei motivos e argumentos mais consistentes para poder estar ausente do ambiente…. vlw Fabi!!!!! bjs, gosto muito dos seus argumentos!

    Reply
  • oi Fabi,
    Gostei muito da explicação.. Moro nos EUA e aqui está tudo com essas bruxas, caveiras, monstros, etc.. Gostaria muito de saber o k vc acha sobre a Igreja (que pelo que sei foi às igrejas americanas que inventaram isso) celebrar o Hallelujah no mesmo dia do Halloween.. Que as crianças se vestem com fantasias de personagens bíblicos (nada de monstro), tem brincadeiras aonde elas ganhão balas, chocolates, etc.. Gostaria muito que vc fizesse um vídeo falando a respeito disso.. Qual a sua opinião.. Etc!!
    Obrigado e aguardo resposta!!
    Bjs Neide

    Reply
  • Amei…
    Fabi, fale mais vezes sobre estes assuntos, (envolvendo a vida a dois) pois são muito edificantes, (eu achei), seus vídeos são instrutivos e proveitosos…

    (EU) Sempre estou elogiando o “amor di mim”, digo sempre palavras doces e ajudo nas tarefas da casa, minha Mãe me ensinou a ser assim, Glória a Deus…

    Reply
  • Me tirou muitas dúvidas, sempre soube que o halloween não era algo da luz e da vida, mas não sabia da verdadeira história. E me tirou dúvidas por que? Fui convidada a uma festa de halloween e confesso que pensei em ir com a ideia de “não vou fantasiada de demônio, então ta bom”. Sabe de nada, né inocente? Obrigada por esclarecer de forma tão clara e direta. Deus abençoe, beijinho!!

    Reply
  • pra ”driblar” minha filha sobre esta questão , no dia que a escola comemora o Halloween, eu explico sempre que como somos evangélicos não participamos de nada que existem bruxas monstros, pq esses personagens não agradam a Deus e Jesus, então no dia, pra ela não ficar muito deslocada , invento um programa la em casa ou em algum lugar com as amigas interessadas pra substituir esta ”festa”, não sei se estou agindo corretamente gostaria de sua opinião Fabiana. obrigada

    Reply
  • Oi Fabi, amo seus videos assisto todos rsrs, esse foi muito explicativo, tenho dois filhos que vivem falando que querem participar do halloween só para ganhar doces kkk, mais já expliquei um montão de vezes o porque não devemos participar dessas festas, e claro que mesmo assim eles tem curiosidade e a “gula” por doces né kkkk, acabei de assistir a esse com minha filha caçula e ela entendeu de uma vez por todas o que significa essa festa kkk, diz não querer mais participar kkkk, obrigada Fabi, acabei de compartilhar tbm em meu face para que mais pessoas vejam, assim como já compartilhei outros também, sou fã de seus videos como disse no começo, você é muito sábia, e inteligente, sabe usar as palavras muito bem, e consegue fazer uma explicação que eu admiro muito, parabéns Fabi, continue sempre fazendo videos assim pra gente tá, quero ler seus livros tbm, vou compra-los com certeza, beijão, fique com Deus..

    Reply
  • Moro nos US aq e uma impestiacao ate membros de muitas igrejas acham normal….a familia do meu marido me explicou q e cultural kkkk, eu disse ate onde nao ofender a Deus eu vivo a cultura ….fora isso cai fora ¡¡¡¡

    Reply
  • Fabiana, você disse TUDO que eu já expliquei milhões de vezes para as pessoas ao meu redor. Sou diretora de uma escola de idiomas, e não compactuamos com este tipo de festa. Essencialmente pagã e de culto ao demônio. É como vocês mesma disse, não servimos a dois senhores.

    Belas palavras! PARABÉNS!!!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *