9 comments

  • Ola Fabiana,
    sou aluna do Unasp-EC e gosto muito dos seus videos, eles são muitos bons e podemos tirar varias lições deles. Acho que todos nos devemos tirar a culpa dos outros e começar olhar para o nosso interior que assim iremos perceber que todo será diferente.

    Bejinhos pra você e que Deus continue te usando!
    Milena

    Reply
  • Oi Fabi,

    Gosto muito dos seus blog e das suas matérias.

    Seu que você mora fora do Brasil, quanto você cobraria para vir dar uma palestra para jovens aqui no Brasil em Praia Grande/SP?

    Reply
    • Oi, Van! Eu vou sempre ao Brasil e quem faz a minha agenda é o pessoa da editora (contato@editoraparole.com.br). Entra em contato e veja se ainda tem vagas para este ano! Beijocas

      Reply
  • Não é bem assim não. Concordo e discordo de alguns pontos.
    “Comprando na vitrine do capeta!” Parou pra pensar que o capeta vai à igreja também?
    Bom, eu não li Crepúsculo nenhum e nem sei o que é 50 tons de cinza, sei que é um filme ai que esta em cartaz no cinema neste mês. E não pensem que sou hipócrita, sou intérprete por profissão e tenho aqui uns 50 “tons de filmes” que comprei nos EUA e todos em inglês sem legendas para assistir vez ou outra e praticar do dom que Deus me deu, com de línguas. Além disso, DOUG Batchelor é meu “inglês” favorito, o mais rápido que conheço de um pastor quando pregando, e olha que ele fez parte no meu processo de conversão, como?? Não sei, eu era Básico no Inglês
    Se quer opinar dizendo que o culto anda chato, perfeito, mas defender que não é chato as vezes, e que é sempre lindo e maravilhoso é tapar o sol com a peneira. As vezes é chato sim e “BEINNN” chato. Depende da pregação, do pregador, dos louvores e etc. Mas chato o que? Obviamente “eu” to chato. Talvez não sirva pra mim e nem para 99% dos que estão lá na pregação, mas sirva para 1 única pessoa sentada ali. Jesus viria para salvar nem que fosse somente 1? Não? Então, “bora” parar de ladainha e querer trocar os pés pelas mãos. Vamos parar de pensar somente individualmente, e pensar que a pregação é para o coletivo, e sim, as vezes pode ser “CHATA” para alguém, ou “andar” chata as pregações, Vai entender o estado de espírito dessa(s) pessoa(s) naquele momento? Ham? Não vivem puxando o saco de psicologia e FREUD que nem em Deus cria? E agora, não vale não?
    Novela, Bah!!! Quando eu não era cristão, a única novela que eu assisti inteira, foi “ROQUE Santeiro”. Só. Não vou pro inferno por causa disso, vou? Deus não perdoa o tempo da ignorância?
    Música? Além de compor só música cristã, outra pilha aqui em casa é de CDS de música cristã.
    Mas as vezes, sou ser e humano, vou celebrar na igreja e alguém faz o culto ser chato. O que posso fazer? E sim, as vezes tem pastor/pregador CHATO sim, quero dizer no tema escolhido, nada contra a pessoa, ok?
    Faço suas as minhas palavras e vamos parar de hipocrisia que vai ser muito mais legal ir na igreja. E se no dia em que fores congregar este for 1 dia muito chato, vá em outro e em outro, garanto que não vai ser sempre assim, chato.
    God Bless.

    Reply
  • Concordo em 1000% fabi a igreja precisa aprender a respeitar as pessoas com praticas homoafetivas e mostra las o caminho da salvaçao

    Reply
  • Oi fabi sou seu fã. .Não sou muito de ir a igreja..e um erro meu..vou melhorar isso..pra não ficar na vitrini do capeta kkk
    Parabéns que bom ter pessoas como vc que usa uma linguagem q entendemos e nos ajuda com muitas coisas..Deus a abençoe..hj e sempre. .me responde se for possível bjao.. 😀

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *